FACIAL



Radiofrequencia Multipolar

A radiofrequência foi usada pela primeira vez no século XIX pelo físico francês Jacques-Arsène D'Ansorval e vem sendo utilizada ate hoje nas práticas da dermatologia estética. Tornou-se um padrão de tratamento estético com muitas indicações, devido à sua versatilidade, eficácia e segurança. O conceito básico desta técnica é a geração de calor na derme e tecido subcutâneo, que induz a produção de novas fibras de colágeno e melhora o aspecto da pele.

Dentre as indicações mais comuns para a radiofrequência, estão: flacidez da pele, rugas, rejuvenescimento, gordura localizada e celulite. A técnica não é invasiva e causa efeitos apenas na área de tratamento. O transdutor (ponteira) deve ser movimentado o tempo todo a fim de distribuir bem o calor por toda a pele da regiao tratada. Durante o tratamento é medida a temperatura da pele diversas vezes para garantir que ela chegue a 40-42 graus Celsius e não ultrapasse esse nível de temperatura. A radiofrequência pode ser realizada em todas as regiões do corpo e face, exceto região da tireoide (região anterior do pescoço).

O calor profundo, proporcionado pela radiofrequência, atua na célula de gordura, melhorando seu metabolismo, aumentando a oferta e a difusão de nutrientes, diminuíndo o estoque de energia (triglicérides) e contribuindo para a redução de seu volume. Atua tambem na inflamação causada pela celulite no tecido adiposo.

O aparelho de radiofrequência aquece o tecido através da corrente elétrica, o que gera a contração imediata do colágeno e remodelação da fibra de colágeno e elastina já existentes. Após o tratamento observa-se o estímulo dos fibroblastos para produção de novo colágeno.

Existem alguns tipos de radiofreqüência como a monopolar, bipolar, tripolar e multipolar. Em nossa clinica disponibilizamos a Radiofrequencia Multipolar, o Venus Freeze. Baseado na Tecnologia (MP)², Freeze™ é o único aparelho que combina pulsos magnéticos com radiofrequência multipolar, o que possibilita aquecimento mais rápido e uniforme com resultados superiores e duradouros com efeito de tonificação da pele, redução de circunferência, anti-aging e rejuvenescimento da pele.

(MP)² é uma tecnologia exclusiva que pode reverter os efeitos do envelhecimento da pele. Os pulsos magnéticos aumentam a produção de FGF-2, um sinalizador responsável pelo crescimento dos vasos sanguíneos e da proliferação de fibroblastos. Simultaneamente a radiofrequência aumenta a síntese de colageno , resultando em uma pele mais firme e jovem. Tem registro na Anvisa e no FDA (USA).

São necessárias de seis a dez sessões em cada região tratada. O número de sessões dependerá do objetivo a ser alcançado, da alteração apresentada e da resposta individual de cada paciente. Devem ser respeitadas as frequências de uma sessão semanal por área. Cada sessão dura de 20 a 40 minutos e um técnico especializado e treinado, sempre com supervisão médica pode realizar a técnica.

São contra-indicaçoes para radiofreqüência, qualquer doença de pele na área tratada, uso de marca-passo, desfibrilador, ou qualquer implante eletrônico, coagulopatias, sangramento excessivo ou hematomas, gravidez, histórico de trombose profunda e uso de medicamentos como anticoagulantes e corticoides de modo contínuo e uso de isotretinoína nos últimos seis meses também impedem o método. Pessoas com tumores malignos ativos ou recentes, doenças da tireoide descontrolada, qualquer histórico de doenças estimuladas pelo calor, como a herpes, no local a ser tratado, desordem endócrina, como diabetes e HIV também não podem passar por sessões de radiofrequência.

Os resultados são rápidos e progressivos e começam a aparecer a partir da terceira sessão, dependendo de vários fatores, como idade, local de aplicação, grau de flacidez, número de sessões e manutenção dos resultados obtidos.